In Evangelho do dia

24Depois de os mensageiros de João se haverem retirado, começou Jesus a falar de João às multidões: Que fostes ver ao deserto? Uma cana agitada pelo vento? 25Então que fostes ver? Um homem vestido com roupas macias? Olhai que os que vestem com luxo e vivem regaladamente se encontram nos palácios reais! 26Que fostes então ver? Um profeta? Sim, vo-lo digo, e mais que profeta. 27É aquele de quem está escrito: Vou mandar à Tua frente o Meu mensageiro, que há-de preparar-Te o caminho diante de Ti.

28De facto, vo-lo digo, entre os nascidos de mulher, não há nenhum maior do que João; mas o menor no Reino de Deus é maior do que ele. 29E todo o povo, que ouviu isto, bem como os publicanos, fizeram justiça a Deus, recebendo o baptismo de João. 30Mas os Fariseus e os Legistas, não recebendo o seu baptismo, inutilizaram os desígnios de Deus a seu respeito.

Comentário

28. São João Baptista é o maior dos profetas do Antigo Testamento por ser o mais próximo de Cristo e ter recebido a missão singular de mostrar o Messias já presente. Mas continua a pertencer ao tempo da promessa (Antigo Testamento), quando ainda não se realizou a obra da Redenção. Uma vez cumprida esta por Cristo (Novo Testamento), o dom divino da graça faz que os que a recebem com fidelidade estejam em situação incomparavelmente superior aos justos da Antiga Aliança, que não receberam essa graça, mas apenas a promessa. Uma vez consumada a obra da Redenção a graça divina alcança igualmente os justos do Antigo Testamento, que estavam à espera de que Jesus Cristo abrisse os Céus também para eles.

Recent Posts
Fale conosco

Escreva aqui sua mensagem que responderemos o mais breve possível. Obrigado!

Start typing and press Enter to search