In a Igreja e o Opus Dei
Por Cardeal Juan Luis Cipriani
Homilia do Cardeal Juan Luis Cipriani, pronunciada na festa de São Josemaria, em 2005. Anima-nos à santidade, que está ao alcance de todos. “Santo é aquele que pode ser cidadão do Céu”.

Queridos irmãos:

Hoje, 26 de junho, celebramos a festa de São Josemaria Escrivá, que fundou o Opus Dei em 1928. Queria por isto recordar-lhes a cada um de vocês algo que é muito importante na mensagem que este sacerdote deixou para a Igreja, no século XX.

Este santo nos leva a todos a uma realidade muito próxima. Nos fala que Deus veio para procurar a cada um, no lugar que ocupa na sociedade. A santidade, já não é só para quem está num convento, ou para o Cardeal, ou para um religioso, ou para um grupo de boas pessoas excluindo os demais.

São Josemaria, desde a sua juventude, andou por ruas e países e por todos os lugares do mundo, lembrando ao taxista, ao vendedor de mercado, ao político, ao que trabalha nos meios de comunicação, ao esportista, ao universitário, ao operário, ao jovem, ao ancião, a toda humanidade que: “temos esquecido por quase 20 séculos que Jesus nos convida a todos a sermos santos”.

A Santidade ao alcance de todos

Ele dizia: “Não pensemos que a santidade é sair de seu lugar, obrigando-se a uma série de práticas. Não! A santidade está, em primeiro lugar, em cumprir teus deveres o melhor possível ali aonde estás, fazer bem teu trabalho.”

Ressalta, além disso, que para fazer bem o teu trabalho, tens que estar unido a Cristo, através dos sacramentos, da oração e levar essa mensagem com teu testemunho e com teu exemplo a todos teus amigos… São Josemaria nos lembrou que a santidade está ao alcance de todos.

Hoje se fala na Igreja de que todos estamos chamados à santidade. Ele foi pioneiro, por isso João Paulo II dizia que São Josemaria era o santo do ordinário, porque dizia que a santidade não estava em fazer coisas difíceis, estranhas, curiosas. Não! A santidade está em fazer o de cada dia com mais amor, com mais perfeição, com mais desejo de ajudar ao próximo.

Santo é aquele que pode ser cidadão do Céu

Este chamado é para os ricos, para os pobres, para os solteiros, os casados, as crianças e os idosos, porque santo é aquele que pode ser cidadão do Céu, e todos somos criados por Deus para a felicidade eterna.

A santidade é como teu documento de identidade, quando queres aproximar-te do céu te perguntarão sobre a tua santidade: no que trabalhou, com quem viveu, como se comportou porque ali estava Jesus.
E então falaremos deste caminho de santidade que são os sacramentos. Como viveu teu batismo, como se confessou, como comparecia à Eucaristia, como viveu as tuas obrigações na família, se sendo empresário ajudou a pessoas mais pobres, se foi fiel no teu casamento, como, trabalhando, levou a fé, a esperança e falou de Deus a teus amigos.

Toda essa mensagem é o que hoje, 26 de junho, na festa de São Josemaria, queria compartilhar contigo: Anima-te a esse caminho de santidade! Qualquer um pode ser santo nas coisas cotidianas da vida, toda a vida tem como missão colocar a Cristo no centro da vida. O caminho é estreito, é áspero, tem ladeiras, a santidade não se presenteia.

Temos a obrigação de rezar pelo Papa

E junto a essa grande festa, no 29 de junho celebramos o dia do Papa, onde temos nesta ocasião um motivo para nos aproximarmos da Eucaristia.

É o primeiro ano que vamos celebrar a festa do Papa com Benedito XVI, que é o representante visível de Cristo na terra por questão de fé. Em suas palavras, em seus ensinamentos está a palavra de Deus.

Jesus disse a Pedro: “Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja e as portas do inferno não prevalecerão”. O Papa nos diz que diante da maldade, da corrupção e do egoísmo do mundo, devemos lembrar sempre as palavras de Cristo.

Nós queremos recordar essas palavras de Cristo que são ditas a Bento XVI: “Tu és Pedro e sobre ti construirei a Igreja Católica”. Por isso temos a obrigação de rezar pelo Papa, escutar seus ensinamentos, seguir esses conselhos que nos dá, porque Jesus Cristo vive com ele.

Eleva teu coração a Deus e em um momento de oração reza o Pai Nosso, a Ave Maria ou lê o Evangelho e medita pensando em tua vida. Escuta o que diz Deus para tua vida. A vida de oração é caminho da santidade.

Pede a Jesus que nos diga o que devemos fazer e como o conseguiremos. Faz do domingo o centro da tua semana, faz que volte a ser o centro de tua família. Acudamos como sempre, todos os domingos fundamentalmente, à presença de Cristo Eucarístico, adoração, ação de graças, petições.

Tudo isso, irmãos, é o que a festa de São Josemaria e do Papa nos ensina, para que aqueles sejam para nós a luz que nos conduz pela vida.

Que Deus Pai, Filho e Espírito Santo os abençoe sempre.

Amém.

Cardeal Juan Luis Cipriani

Homilia publicada originalmente no site www.arzobispadodelima.org.
Tradução: Angela Hopfer Brito

Recent Posts
Fale conosco

Escreva aqui sua mensagem que responderemos o mais breve possível. Obrigado!

Start typing and press Enter to search