O que o Opus Dei fez por mim

André, matemático, fala da sua conversão ao catolicismo quando estudava na USP e conheceu o Opus Dei

Eu sou católico graças ao Opus Dei. Recebi a minha 1ª Comunhão no Centro de Estudos do Sumaré em 1994. Antes disso, via a Igreja de forma negativa, considerava a Igreja ultrapassada, retrógrada, anti-científica. Eu estudava matemática na USP e tinha um colega que estudava computação e fazia Álgebra Linear e Álgebra I comigo. Ele era numerário da Obra e me levou ao Centro de Estudos do Sumaré. Eu comecei a conhecer um catolicismo ilustrado, com muita sabedoria científica e isso me encantou, pois eu era ateu e era uma pessoa muito deprimida psicologicamente. Já tinha passado situações bem difíceis na parte psicológica. A Obra me abriu as portas da Fé, da Esperança e da Caridade e isso não tem preço. Hoje sou Cooperador do Opus Dei e moro no interior do Mato Grosso e devo toda minha alegria ao Opus Dei.

André Martins Gonçalves

Rondonópolis, MT