Evangelho do dia 30.08.2017 – Mt 23, 27-32 – Leia o Evangelho do dia

27Ai de vós, Escribas e Fariseus hipócritas, que sois semelhantes a sepulcros branqueados, que por fora parecem belos; dentro, porém, estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundice. 28Assim também vós, por fora pareceis justos aos homens, mas, por dentro, estais cheios de hipocrisia e de iniquidade.

29Ai de vós, Escribas e Fariseus hipócritas, que construís os sepulcros dos profetas, adornais os monumentos dos justos 30e dizeis: « Se vivêssemos nos dias dos nossos pais, não teríamos sido seus cúmplices no sangue dos profetas.» 31Assim testemunhais contra vós mesmos que sois filhos dos que mataram os profetas. 32Acabai, também vós, de encher a medida de vossos pais!

Comentário

27-28. Era costume entre os Judeus branquear com cal os sepulcros todos os anos, um pouco antes da festa da Páscoa. Assim se podiam ver bem e evitar roçar por eles, o que era causa de impureza durante sete dias (Num 19,16; cfr Lc 1,44).

À plena luz do sol os sepulcros apareciam brancos e radiantes, enquanto no seu interior se ocultava a podridão.

29-32. O Senhor faz-lhes ver que são da mesma ralé que os seus antepassados, não porque construam mausoléus aos profetas e justos, mas porque continuam a imitar a maldade daqueles que os mataram. Aí está a sua hipocrisia, que os levará a ser piores que seus pais. Com ironia cheia de dor, Jesus Cristo diz-lhes que acabem de encher a medida dos seus antepassados.

Sem dúvida, refere-Se à Sua Paixão e Morte: se os antigos mataram os profetas, os contemporâneos do Senhor, fazendo-O padecer e morrer, acabarão de encher a medida dessa crueldade.