In Evangelho do dia

24Levantou-se depois e partiu dali para os confins de Tiro e Sidónia; e, entrando numa casa, não queria que ninguém o soubesse; mas não conseguiu ocultar-Se, 25pois uma mulher cuja filhinha estava possessa do espírito imundo, apenas ouviu falar d’Ele, veio lançar-se-Lhe aos pés. 26Esta mulher era gentia, de origem sírio-fenícia; e suplicava-Lhe que expulsasse da sua filha o Demônio. 27Mas Ele dizia-lhe: Espera que primeiro se saciem os filhos; porque não é bonito tomar o pão dos filhos e deitá-lo aos cachorros. 28Replicou ela: É verdade, Senhor; mas os cachorrinhos debaixo da mesa comem das migalhas dos filhos. 29E Ele disse-lhe: Por essa tua palavra, vai, que o Demônio saiu da tua filha. 30E ela, voltando para casa, encontrou a menina deitada na cama, livre do Demônio.

Comentário

  1. A região de Tiro e de Sidónia corresponde à zona sul do actual país do Líbano, antiga Fenícia. Desde o lago de Genesaré à fronteira de Tiro e Sidónia não são mais de 50 km. Jesus retira-Se para fora da Palestina para evitar a perseguição das autoridades judaicas e para Se poder dedicar mais intensamente à formação dos Apóstolos.

27. O Senhor emprega o diminutivo «cachorrinho» para Se referir aos gentios, dulcificando assim uma expressão depreciativa que os Judeus utilizavam para os designar. Sobre o episódio da cananeia cfr as notas aos passos paralelos de Mt 15,21-22. 24.25-28.

Recent Posts
Fale conosco

Escreva aqui sua mensagem que responderemos o mais breve possível. Obrigado!

Start typing and press Enter to search